StoneAge_Logo_02_PB_NEGATIVO_250.png
 

CASE: Data Warehouse Ágil

SOBRE O CLIENTE

A Financeira foi fundada em julho de 1996 para diversificar a atuação de um grande banco corporativo. Iniciou suas atividades no segmento de financiamento de veículos e a cada ano tem conquistado mais espaço no mercado.

 

Atualmente conta com dezenas de filiais espalhadas pelo Brasil e mais de 100 lojas de Crédito Pessoal, que proporcionam atendimento personalizado e eficiente.

Alguns Números

  • Desenvolvido em apenas 10 meses
  • Sistemas Origem: 12
  • Histórico: 4 anos (inicial)
  • Variáveis: 1.000 (e crescendo)

O DESAFIO

A partir do lançamento do Cartão de Crédito em 2007, as áreas envolvidas na gestão do produto passaram a desenvolver processos de elaboração de informação gerencial baseada na extração de dados de relatórios pré-existentes e sistemas transacionais. Esses processos eram desenvolvidos de forma descentralizada, utilizando planilhas e bancos de dados de pequena capacidade.

Esta estratégia inicial sustentou o lançamento do Cartão de Crédito, mas à medida que o produto começou a se estabelecer, a Financeira identificou a necessidade de unificar o processo de geração de informação, bem como seus conceitos.

 

Precisava ainda de uma solução tecnológica capaz de tratar altos volumes de dados com rapidez e sofisticadas regras de transformação de forma automatizada, pois consumia muito tempo e esforço no processamento dos dados, além da sobreposição de tarefas em diversas áreas, reduzindo o tempo dos recursos para a análise e gestão dos objetivos essenciais da empresa.

Havia também a necessidade de melhorar o processo de Segurança da Informação através da disponibilização de um sistema mais eficiente, visto que junto ao crescimento do produto, a estrutura organizacional envolvida na gestão também crescia, portanto a solução tecnológica escolhida deveria apresentar recursos que possibilitassem a gestão de usuários e acessos de acordo com as políticas de segurança internas da Financeira.

 

Além de todos os pontos colocados acima, também a Financeira estava em busca de uma solução que pudesse ser implantada com a mesma rapidez com que o Cartão de Crédito estava crescendo.

 

Analise-de-credito.jpg

OBJETIVOS

O Projeto Data Warehouse foi construído utilizando a plataforma de Business Intelligence da Stone Age. Desenvolvido e implantado em apenas 10 meses, o Data Warehouse da Financeira contemplou 12 bases de dados, mais de 1.000 variáveis e um histórico de quatro anos, inicialmente.

Atualmente as tarefas de padronização e integração das diversas interfaces de dados originadas dos sistemas operativos, consolidação e equalização de visões e armazenamento otimizado das bases analíticas são automatizadas e suportadas pela plataforma Stone Age.

 

Usando tecnologias de compressão e codificação no armazenamento, todas as bases de dados analíticas têm hoje um repositório único, validado e certificado pelas áreas de negócio especialistas, com controle de acesso e auditoria de consultas disponíveis à área de segurança da informação.

Com poderosa capacidade de processamento analítico de volumes (bilhões de registros por minuto), a plataforma provê ao usuário final muita facilidade nas tarefas de consultas (query) e relatórios (reporting) através de ferramentas amigáveis e com abrangente conjunto de recursos.

 

Baseado em infraestrutura de baixo custo e sem necessidade de otimização manual de índices e estruturas de acesso, o projeto apresenta um custo total de propriedade (TCO) extremamente baixo, além de consumir praticamente nenhum recurso com a operação e suporte à tecnologia empregada. Dessa maneira, todos os esforços das áreas gestoras e usuários se concentram em integrar novas fontes de dados e enriquecer o acervo de inteligência analítica da Financeira, além do uso estratégico de todas estas bases na gestão dos produtos, serviços e clientes.

ALVO

Diversas áreas foram beneficiadas com o uso deste projeto, como a área de Cartões, Comercial, Portfólio, Operações, Crédito, Cobrança e Finanças. Utilizando ferramentas de consultas, relatórios e análises de utilização simples, as áreas usuárias tem acesso a um enorme acervo de dados atualizado em D-1 (informações do dia anterior), tendo a disposição operações de cruzamento dessas bases, consolidações em tempo real, acesso aos dados granulares (no nível de transação), respeitando todos os padrões de Segurança da Informação e auditoria. Dada a facilidade de uso das ferramentas, a implantação da solução entre as diversas áreas tem sido realizada sem necessidade de investimento em treinamento tecnológico, apenas divulgação do conteúdo e critérios das bases.

 

Analytics-BI.jpg

BENEFÍCIOS

O curto prazo de projeto, baixo custo total de aquisição, desenvolvimento global de projeto unificado e auto-gerenciado, baixíssima necessidade de suporte, baixo custo de manutenção com esforço de otimização zero, crescimento ilimitado de bases de dados sem grande impacto de custos, grande economia de infraestrutura com relação às tecnologias concorrentes, simplicidade de uso e menor curva de aprendizado podem ser destacados como diferenciais estratégicos na seleção da Stone Age e no foco de projeto que a Financeira conseguiu impor a esta iniciativa.

SEGURANÇA

As informações são protegidas pela estrutura de segurança da plataforma, com acessos auditados e o processo de gestão de usuários com perfis diferenciados por grupos, de acordo com necessidades específicas de cada um deles.

ECONOMIA DE TEMPO E RECURSOS

Atualmente não é mais necessário o processamento dos dados localmente em cada área para integração das diversas interfaces e obtenção das visões e consolidações gerenciais.

 

PADRONIZAÇÃO E SINERGIA

As integrações, visões e consolidações atualmente são construídas por especificações unificadas e concisas da área especialista nas operações envolvidas, resultando numa mesma visão compartilhada por toda a companhia.

CAPACIDADE ANALÍTICA

Graças ao poder de processamento da plataforma, um volume muito maior de informações pode hoje ser consolidado e analisado pelos gestores e especialistas, abrindo uma série de possibilidades de cruzamentos, comparações e profundidade histórica.

FACILIDADE

As ferramentas utilizadas possuem curva de aprendizado extremamente baixa, possibilitando a implantação rápida e econômica dentre as diversas áreas de negócio, focando apenas no conhecimento das informações disponíveis.

AGILIDADE E TEMPO DE REAÇÃO

Com processos de tratamento e carga de dados (ETL) de grande velocidade, implementando ainda assim complexas regras de transformação, as informações são carregadas com uma latência (atraso em relação ao evento original) muito menor. Com isso, as áreas de negócio tem um tempo de reação muito reduzido em relação ao processo anterior.

CITAÇÕES DE CLIENTES E USUÁRIOS

 

“Democratizou a informação – hoje, quando necessitamos de um estudo para tomada de decisão, é possível obter as informações necessárias de forma rápida e segura.”

 

“A ferramenta é amigável, além de possibilitar trabalhar um grande volume de dados com enorme rapidez.”

 

 

“Hoje é possível analisar informações que antes não estavam disponíveis para os usuários.”

 

“Embora o projeto não tivesse como objetivo principal atender a gestão de processos operacionais, como as informações foram modeladas no nível mais granular, é possível identificar diversos desvios dentro do processo operacional.”